segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Bienal – André e os vampiros

Fila quilométrica para a sessão de autógrafos do escritor André Vianco. E pelo menos meia dúzia de livros no colo de cada leitor esperando pela canetada famosa. Vianco ainda tirava um mínimo de duas fotos com cada leitor. Após mais de duas horas sem pausas, ele perguntou para o escritor Nelson Magrini, que também estava no estande da Novo Século:
- E aí, cara, a fila tá diminuindo?
- Tá é aumentando...
Vianco apenas redobrou o fôlego e voltou aos autógrafos. E há quem diga que vida de escritor é moleza...

Nenhum comentário: