terça-feira, 26 de agosto de 2008

Livro ou Fanzine?

Os dois! Assim é o LivroZine, uma iniciativa do escritor Márcio Aragão que vai reunir em edições anuais os melhores contos de autores brasileiros jovens e veteranos. Ah, e também vale HQs!
O tema desta primeira edição é Ficção Científica. Se você quiser se inscrever no processo de seleção, dê uma espiada no regulamento no blog http://livrozine.blogspot.com/
Este primeiro livro já tem título: Lembranças do Amanhã. Serão 100 páginas no formato 15x21.

Conversa gostosa sobre literatura


Se você gosta de literatura, não pode perder o Encontro Prática de Escrita: leituras, feitura e publicação, um evento com profissionais ligados ao fazer literário que contarão suas trajetórias e experiências no circuito do livro. A programação (organizada pelo escritor Claudio Brites) contará com as palestras Mercado Editorial, da Prática à Publicação (às 9h30), com a escritora e editora Flávia Muniz e a agente literária Alessandra Pires (mediação do desenhista, ilustrador e escritor Octavio Cariello), Literatura Fantástica no Brasil (às 11h15), com os escritores Kizzy Ysatis e Rosana Rios (mediação do editor Silvio Alexandre), Cinema, Internet e Literatura (às 14h15), com o escritor e colunista Luis Eduardo Matta e o escritor e roteirista Raphael Draccon (com mediação da Helena aqui!), Oficinas Literárias (às 16h), com a poetisa Eunice Arruda e o escritor e editor Marcelino Freire (medição do escritor e crítico literário Roberto Causo). A abertura do evento, às 9h, será feita pelo professor Carlos Augusto B. de Andrade.
O evento será no dia 4 de outubro, um sábado, no auditório Fernando Henrique Cardoso, campus Anália Franco da Universidade Cruzeiro do Sul, em São Paulo. As inscrições são gratuitas (vagas limitadas!) e podem ser feitas pelo site http://www.labmind.com.br/praticadeescrita ou pelo telefone (11) 2037-5828, com Lidiane, ou Cristina. Importante: todos os participantes receberão certificados ao final do encontro.

Bienal - E aí o dragão acordou - III


Faltou contar dos cards que a Idea preparou para divulgar a saga da Caverna. Eles trazem os desenhos das capas e quartas capas dos livros 2 e 3, com o traço do talentoso desenhista Milton Nakata. Uma idéia que fez o maior sucesso! Todo mundo queria não apenas um modelo de card, mas todos eles!
Ao lado, os livros na mesa caprichada que a Beth e a Regina, da editora, arrumaram para o lançamento.

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Bienal - E aí o dragão acordou... - II











Vários amigos apareceram para prestigiar o lançamento do livro Despertar do Dragão: a Denise, que estudou comigo na época da facul (foto 1, de baixo para cima); o atencioso escritor Adriano Siqueira (foto 2); a promissora escritora Hanna Liis-Baxter, que participa da antologia Anno Domini (foto 3); o autor Rafael Agostini; os escritores Giulia Moon, Kizzy Ysatis e Rosana Rios (fotos 4 e 5); o jovem escritor Douglas MCT e a namorada; a escritora Regina Drummond (foto 6); a conceituada escritora de FC, Finisia Fideli, e o editor Silvio Alexandre (foto 7); o escritor e crítico literário Roberto Causo e, à esquerda, de camiseta preta, a Carminha, que cuida dos meus livros para a Idea (foto 8); e os escritores Humberto Moura Neto, Martha Argel, J. Modesto e Nelson Magrini (foto 9).

Bienal - E aí o dragão acordou... - I





Sábado, dia 23 de agosto. Bienal lotada. Filas e mais filas. No estande da Idea, a "ilha de tranqüilidade" não durou muito, para minha felicidade e para a alegria do pessoal da editora. Era a tarde de autógrafos do Despertar do Dragão, o livro 3 da saga A Caverna de Cristais. Acho que foi a primeira vez que o Rodrigo Coube, da Idea, teve contato com os leitores mais antigos da saga, pessoas especiais que trouxeram para autografar os exemplares surrados do livro 1, o livro 2 e compraram o lançamento, ansiosas para saber o que acontece agora com o Tom, a Erin, o Will, a Shannon e, claro, Mudu-za!
Um bilhetinho que recebi, escrito pela Thalita, uma leitora que não pôde ir ao lançamento, me emocionou muito. Dizia: "Helena, parabéns! Que delícia de livros! Que sua inspiração caminhe em um espiral infinito! Beijo grande, Thalita - De Gaia ainda... hehehe". Thalita, super obrigada pelo carinho!
E ainda havia muita gente que não conhecia a saga e se interessou em levar o livro 1...

Bienal – Um universo fantástico a explorar


Rosana Rios, Regina Drummond, Ozeni Lima, Taciana Ottowitz e Carlos Augusto Segato lançaram durante a Bienal seus livros da nova coleção infanto-juvenil Universo Fantástico, da Giz Editorial. Os títulos (Game Over – Uma Ameaça Virtual, O Destino de uma Jovem Maga, A Magia do Pico do Quilombo, Maria Sem Sobrenome e Yacamim – A Floresta Sem Fim) já dão idéia das aventuras fantásticas que aguardam os leitores. O tamanho de cada livro, 12 x 18, é um charme à parte.

Bienal - O assassino numa biblioteca






Madruguei aqui em casa com medo de chegar atrasada à sessão de autógrafos do meu novo livro pela Rocco, Assassinato na Biblioteca (uma história de suspense, com muita ação e reviravoltas...). Um pouco antes das 11h, a equipe da Rocco preparou uma mesinha estilosa, com meus livros. E não demorou para os amigos chegarem, como as escritoras Martha Argel e Giulia Moon, a família Bonjoan (que veio de Santos especialmente para o lançamento), os escritores Albarus Andreos e Brontops, a escritora Rosana Rios e família, minha agente literária Alessandra Pires e o sobrinho, os leitores de outros livros meus, curiosos... Uma manhã e tanto!

Bienal – Um demônio enfurecido

Mais literatura fantástica na Bienal: o escritor J. Modesto lançou seu novo livro, Anhangá, a fúria do demônio (Giz Editorial). A história leva o leitor para 300 anos antes da descoberta do Brasil, quando um dos quatro Demônios Elementais é arrastado até as bordas do fim do mundo, direto para o Grande Abismo. É então que surgem para combatê-lo o mouro Mohamed e o sábio Pajé, tudo isto em meio a uma interminável guerra entre as tribos Tupiniquins e Tupinambás numa terra distante da civilização, uma certa Pindorama (ou seja, nosso futuro Brasil...). E eu, que deixei para comprar o livro no último dia, não consegui! E ainda fiquei sem o autógrafo do Modesto...

Bienal – Livro de todos

Fiquei muito feliz em encontrar lá no evento a escritora Márcia Olivieri, que participou do Livro de Todos, junto com nomes poderosos como Moacyr Scliar. Além desse lançamento, Marcinha autografou seu conto na antologia Caminhos do Medo (Andross Editora), sempre na companhia da Cris, sua irmã super simpática.

Bienal – Sangue, fábulas, bruxas e Fantastik

No dia 23 de agosto, foi a vez dos escritores Cláudio Villa e Cristina Lasaitis receberem amigos e fãs para a sessão de autógrafos de seus livros Pelo Sangue e pela Fé e Fábulas do Tempo e da Eternidade (Tarja Editorial), respectivamente. Aliás, um templário circulava entre os estandes com um exemplar de Pelo Sangue...
No mesmo dia, no estande da Alaúde, os autores Alexandre Fernandes Heredia, Eric Novello, Gianpaolo Celli e Richard Diegues autografavam, muito felizes, seu livro Necrópole – Histórias de Bruxarias. Também autoras da obra, Camila Fernandes e Nazarethe Fonseca não puderam comparecer. Uma pena!
E por falar em Eric Novello: ele está organizando um site super importante, o Fantastik, que reunirá tudo sobre literatura fantástica.

Bienal - Antes de Drácula


Esta Bienal do Livro foi mesmo especial para os autores de literatura fantástica. Como bem comentou o Ednei, da Giz Editorial, estamos vivendo um movimento literário que só falta se apresentar como movimento literário. Um marco que será lembrado no futuro é o livro O Vampiro Antes de Drácula (editora Aleph), um primoroso trabalho organizado e traduzido pelos escritores Humberto Moura Neto e Martha Argel, e coordenado por Silvio Alexandre.
Trata-se de uma reunião de contos sobre as origens do mito dos vampiros, um compêndio histórico e acadêmico que resgata trabalhos antigos de autores como John Polidori (O vampiro, de 1819), Lord Byron (Fragmento de um relato, de 1816), Edgar Allan Poe (O retrato oval, de 1842), Alexei Tolstoi (A família do Vurdalak, de 1847), Alexandre Dumas, pai (A dama pálida, de 1849), Guy de Maupassant (O Horla, de 1886), H. G. Wells (A floração da estranha orquídea, de 1895), e, naturalmente, Bram Stoker (O convidado de Drácula, entre 1890 e 1897), entre outros.
Além disso, Martha e Humberto apresentam o longo histórico de aparições do vampiro na prosa, nos versos e nos palcos desde meados do século XVIII, e mostram que já existia não-vida muito antes do romance de Bram Stoker. Esta pesquisa foi feita em cinco línguas, calcada em substanciosa bibliografia e auxiliada pelos mais recentes estudos sobre o fenômeno do vampiro.
Na foto, ao fundo, estão a Martha, nossa amiga Elza e o Humberto.

Bienal – Sibila Rubra e a Ana Luisa


Ana Luisa, a filhinha do escritor Claudio Brites e da Ester, nem se abalou com os vampiros, fãs, amigos e curiosos que lotaram a sessão de autógrafos do Diário da Sibila Rubra, novo livro do premiado escritor Kizzy Ysatis. Muito acostumada ao mundo da literatura fantástica, a nenê cochilava tranquilamente em seu carrinho.
Copiei a foto do blog do Kizzy... hehehe

Bienal - Sim, ela é muito fofa!

É, gente, a autora Thalita Rebouças é fofa, linda, simpática e autêntica. E tem resistência de super-heroína! Ela esteve em TODOS os dez dias da Bienal, conversando com fãs que faziam filas gigantescas para vê-la. Claro que eu, minha filha e as amigas dela do colégio, todas fãs da Thalita, não perdemos a oportunidade de ganhar autógrafo com beijinho de batom e tirar muitas fotos com ela!
Mesmo as super-heroínas têm direito a uma pausa, certo? Quando conseguia ficar sozinha, Thalita escapava para uma salinha no estande da Rocco e, exausta, desabava na cadeira mais próxima. Foi assim que a vi num final de tarde, com uma carinha de cansada, com certeza cheia de saudades da sua casa, no Rio. Mas, na hora em que algumas fãs a encontraram, ela utilizou os super-poderes para renovar suas forças e abriu o sorrisão, sua marca legítima e registrada.

Bienal - Ler é a minha praia

Foi muito legal meu bate-papo com alunos e professores no espaço-oficina Ler é a minha Praia, na Bienal, no dia 22 de agosto. O tema, escolhido pelo Rodrigo Coube, da Idea Editora, foi “Desmistificando a falta de interesse pela leitura”. Sempre generoso, ele sorteou vários exemplares da saga da Caverna aos participantes.

Bienal – André e os vampiros

Fila quilométrica para a sessão de autógrafos do escritor André Vianco. E pelo menos meia dúzia de livros no colo de cada leitor esperando pela canetada famosa. Vianco ainda tirava um mínimo de duas fotos com cada leitor. Após mais de duas horas sem pausas, ele perguntou para o escritor Nelson Magrini, que também estava no estande da Novo Século:
- E aí, cara, a fila tá diminuindo?
- Tá é aumentando...
Vianco apenas redobrou o fôlego e voltou aos autógrafos. E há quem diga que vida de escritor é moleza...

Bienal - O começo...

Tanta coisa aconteceu nesta Bienal... Conheci pessoas com quem conversava apenas por e-mail e telefone, revi amigos e leitores, recebi convites para participar de projetos, dei inúmeros autógrafos, tirei fotos e apareci em várias outras... e andei, andei muito! Para mim, foram quatro dias de Bienal.
Começou no sábado, dia 16 de agosto, com as sessões de autógrafos das antologias da Andross, O Livro Negro dos Vampiros e Anno Domini. Neste dia, fui com meus alunos de Santos, do Curso de Criação Literária da Realejo. E também foi o dia em que vi, toquei, abracei e me emocionei ao ter pela primeira vez em mãos os exemplares dos meus novos livros publicados, Assassinato na Biblioteca e Despertar do Dragão (o volume 3 da saga A Caverna de Cristais).
O escritor Raphael Draccon e seu agente literário, John Maclean, apareceram por lá (foto), assim como a gerente de Comunicação da Rocco, Cíntia Borges, e o gerente nacional de vendas Roberto Raimundo. Me contaram que a Ana Martins, a gerente do selo Rocco Jovens Leitores (que publicou dois livros meus e prepara o terceiro), também estava na Bienal, mas não consegui encontrá-la. É, Ana, ainda não foi desta vez que a gente se conheceu pessoalmente... rsrs

Terror em 12 linhas

O escritor Ademir Pascale e sua esposa Elenir Alves criaram a revista eletrônica independente Terrorzine – Minicontos de Terror, que tem como objetivo difundir e divulgar o trabalho de autores jovens e veteranos dos gêneros fantasia e ficção/terror. A distribuição será gratuita por meio de e-mails e downloads. Cada autor terá direito a uma página com um miniconto (de, no máximo, 12 linhas) e minibiografia de até cinco linhas. Já está confirmada a participação das autoras Martha Argel, Giulia Moon e Nazarethe Fonseca. Estarei no Terrorzine com a história Sem Testemunhas (miniconto batizado pelo escritor Leandro Radrak). Se você quiser participar, veja como no site http://www.cranik.com/terrorzine.html

Especial Lobisomens


Saiu a edição 22 da Scarium Megazine, uma revista meio fanzine sobre literatura fantástica e que é publicada na raça pelo Marco Bourguignon. Esta nova edição, organizada pela escritora Giulia Moon, traz contos só sobre Lobisomens, escritos por 11 autores brasileiros: Roberto de Souza Causo, Waldick Garret, Tibor Moricz, Mariana Albuquerque, Mônica Virgo, Rita Maria Félix, Renato Arfelli e eu também! Como bônus especial, há histórias dos três editores da revista, reunidos pela primeira vez: Marco Bourguignon, Gabriel Boz e Giulia Moon. Tem ainda a HQ de Emir Ribeiro, com a vampira Michélle invadindo a seara dos lobisomens; uma entrevista exclusiva com Finisia Fideli, escritora talentosa da FC brasileira; os artigos “Será: ficção científica e filosofia”, de Edgar Smaniotto, e “Novidades em 2008”, de César Silva. A Scarium Lobisomens, com 74 páginas, custa R$ 8,00 (frete grátis). Mais informações no site http://www.scarium.com.br/vintedois

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Livros meus na Bienal

Será que a gente se encontra na Bienal do Livro, em São Paulo? Olha só: haverá sessão de autógrafos do Assassinato na Biblioteca no dia 17 de agosto, às 11h, no estande da Rocco.
No dia 16, também estarei na Bienal para a sessão de autógrafos da antologia O Livro Negro dos Vampiros (tem conto meu!), às 16h, e da antologia de contos medievais Anno Domini (que ajudei a organizar com o escritor Claudio Brites), às 20h. No estande da Andross.
Já a Idea Editora lança oficialmente o livro 3 da minha saga A Caverna de Cristais, Despertar do Dragão. É deste livro o desenho incrível do dragão aí de cima (feito pelo artista Milton Nakata). A sessão de autógrafos será no dia 23 de agosto, às 16h30, no estande da editora.

Antes de Drácula

Lembra daquela pesquisa fascinante sobre vampiros que comentei em outro post? Pois é, ela dá sabor ao livro O Vampiro Antes de Drácula, organizado por Martha Argel e Humberto Moura Neto, que será lançado pela Aleph na Bienal do Livro. No dia 23, às 18h, no estande da editora. Imperdível!

domingo, 3 de agosto de 2008

Caminhos que dão medo

No próximo dia 10, das 16 às 19h, na maravilhosa Casa das Rosas, acontece o lançamento da antologia de contos Caminhos do Medo, da Andross. Entre os autores, estão os amigos Danny Marks, Ricardo Delfin, Ademir Pascale, Jonatas Turcato Syrayama e Márcia Olivieri. A organização é de Edson Rossato e Sonia Sueli Berti-Santos. Sucesso a todos!