quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Minha versão de Tristão e Isolda :-)

Finalmente chegaram meus exemplares de Tristão e Isolda, adaptação que fiz para a editora Berlendis & Vertecchia. Sei que é corujice dizer isso, mas... o livro ficou lindo!!! Tudo redondinho: as ilustrações do Alarcão, o projeto gráfico do Bruno Berlendis de Carvalho, a revisão caprichada do Eugênio Vinci de Moraes, a finalização da Claudia Intatilo... Muito obrigada a vcs!
Ninguém sabe quem criou a história de Tristão e Isolda e tampouco se estes personagens foram reais. Talvez tenha existido um texto sobre o romance, pois as aventuras de Tristão já eram conhecidas no século VII. Mas, se o texto existiu de verdade, perdeu-se no tempo. O que se costuma considerar como origem do romance é uma lenda celta, Diarmaid e Grainne, sobre a paixão de um jovem guerreiro pela filha do rei da Irlanda. A história de Tristão e Isolda só ganhou a versão que conhecemos a partir do século XII, com autores como Béroul e Thomas.
Na minha adaptação do clássico, investi numa narrativa ágil, que não facilita nem um pouco a vida do coitado do herói (nas minhas histórias, eles sempre sofrem... e muito! rsrs). Claro que há romance, reviravoltas e boas pitadas de humor, mas sem perder de vista os relatos originais.

9 comentários:

claudia disse...

obrigada helena. foi um parto difícil esse, mas o filho é lindo né? valeu a pena o esforço e o empenho de todos. teu texto tb é belíssimo.

Helena Gomes disse...

Oi, Claudia, super obrigada pela visita!
Sim, ficou lindo!!! E graças à dedicação desta equipe afinadíssima. :-)
Bjs

Mary Berry disse...

Olá!

Tive que ler o livro para fazer um trabalho da faculdade e me encantei. Esse romance trágico é simplesmente maravilhoso!

Helena Gomes disse...

Obrigada, Mary! :-)

bjs

Sem limites! disse...

Suuuuuuuuuper fã!!!
Amei demais esse livro, ganhei da escola e reli umas 3 vezes, muito bom mesmo!! Quero ser escritora um dia, cada vez fico mais fascinada pela literatura, obrigada por tudo ♥'

Anônimo disse...

Amei o livro e me deixou cada vez mais encantada pela literatura. Sonho em ser escritora e talvez chegue aos seus pés. Parabéns pelo seu trabalho, o admiro muito.

Giovanna Moura disse...

Olá Helena Gomes, acabei de ler Tristão e Isolda, mas, não sei se por uma distração ou coisa do tipo, não entendi qual era o trato de Tristão com as fadas. "As fadas ajudaram meu senhor a vencer Morgan e, em troca, pediram o que ele, na verdade, sempre quis..." O que ele sempre quis? Viver em paz com Isolda? Justiça?...

Anônimo disse...

Olá Helena, estamos lendo Tristão e Isolda na minha escola e gostaríamos de saber o significado dos símbolos que dividem algumas partes de um capítulo. Estamos amando o livro, parabéns. Super beijo.

Emily Moraes disse...

Nossa, Tristão e Isolda é simplesmente o melhor romance que eu já li. Além de ser lindo e me fazer chorar Horrores, foi a partir desse livro que eu comecei a me interessar pela leitura <3